quarta-feira, 7 de março de 2018

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

para onde vão as almas tristes?




almas em refúgio...


que pena...


Marc Chagall

Poema de Leminski...
A LUA NO CINEMA
A lua foi ao cinema,
passava um filme engraçado,
a história de uma estrela
que não tinha namorado.
Não tinha porque era apenas
uma estrela bem pequena,
dessas que, quando apagam,
ninguém vai dizer, que pena!
Era uma estrela sozinha,
ninguém olhava pra ela,
e toda a luz que ela tinha
cabia numa janela.
A lua ficou tão triste
com aquela história de amor
que até hoje a lua insiste:
— Amanheça, por favor!

https://wwwpoetanarquista.blogspot.pt/…/outros-contos_24.ht…

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

acordar e à cor dar fora do tempo e do espaço...


o coração nunca está onde o pomos
e nunca o pomos onde estamos...

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

09/11: o silêncio do céu e a era das incertezas - Kali Yuga

Cemitério da Recoleta, Argentina. 

Quando as esperanças se esgotam e uma nova era de incertezas se instala no horizonte...

Ontem foi um dia ruim para o mundo... 
os astros prenunciavam um futuro de muitos arrependimentos...
Karma

o céu estava sombrio... 
o sol se escondeu nas nuvens, o vento não quis dançar, 
os pássaros não cantaram, as águas dos rios escorreram tímidas e até as pedras choraram...
nenhum anjo disse amém...
silêncio no céu

ontem não foi um bom dia para uma nova América renascer... 
foi o início do fim...

das eras
já era... 
era de Kali Yuga


segunda-feira, 7 de novembro de 2016

da morte ao nascimento...



A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.

Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.

Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando... E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?
(na Internet, atribuído a Charlie Chaplin)